quarta-feira, 11 de março de 2015

suavemente ...

_ assim a  natureza pintou ...

15 comentários:

  1. Ela sempre pinta maravilhas! LINDA! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. A natureza é bela, consegue colorir com todas cores o planeta, as fotos são maravilhosas, de si só podia ser.

    ResponderExcluir
  3. Linda foto!! Com a natureza é assim, suavemente as coisas ficam maravilhosas...
    Bjus

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. São dálias ou são gerberas?
    Pela pelugem no caule das flores, eu diria que são gerberas, mas pelas pétalas e o formato da flor, faz-me lembrar mais as dálias.
    Será um cruzamento entre as duas?
    Mistéééério.
    :-D

    Gosto muito desta sua maneira/forma de retratar pormenores das flores. Como é o caso da primeira fotografia, onde deu primazia ao caule em vez da flor.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  5. A Natureza é pródiga em se mostrar viva e partilhar as suas cambiantes, como agora mostras.
    Parabéns.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  6. muito belas, acho que são dálias...

    beijinho

    :)

    ResponderExcluir
  7. ...e o teu olhar sensível captou tamanha beleza!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  8. Suavemente, ou intensamente... a Natureza nunca decepciona... mas decepciona-se muita vez, com a acção do Homem, no meio ambiente...
    Excelentes imagens, Lis!
    Beijos
    Ana

    ResponderExcluir
  9. E pintou muito bem,
    aí, aqui e além.
    :)
    Cordiais saudações.

    ResponderExcluir
  10. E pintou muito bem, belas fotos.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderExcluir
  11. Duas fotos fantásticas. Pormenores e detalhes soberbos. Adorei as cores intensamente!

    Beijos Lis

    ResponderExcluir
  12. Olá, Lis!

    E pintou uma bela natureza viva...como grande artista que é.E que não escapou à sensibilidade de quem a fotografou...
    Abraço e boa semana.
    Vitor

    ResponderExcluir
  13. De súbito a flor enlaça a manhã a tarde o dia o cansaço sem que o teu olhar profane o diurno da flor.
    Abraços, menina!

    ResponderExcluir
  14. Quão generosa e arteira é a natureza.

    ResponderExcluir